sexta-feira, 24 de setembro de 2010

AMIZADE

video

quarta-feira, 22 de setembro de 2010

Literatura Infantil no Combate ao Preconceito

             Hoje as alunas do GEAC, Naiara e Adrielly, trabalharam com os alunos do 1.° e do 2° anos do Ensino Fundamental,  leitura e interpretação do livro João Bobo da autora Ana Maria Machado, visando prevenir possíveis casos de discriminação e preconceito entre as crianças. O GEAC acredita ser fundamental o trabalho com as crianças para que tenhamos um futuro melhor.

Palestra sobre Bullyng

          No dia 02 de setembro tivemos uma palestra com a doutora Maria Eugênia, representante da OAB, sobre o Bullyng, suas causas, consequências, formas de prevenção e punições.
         Os alunos do 6° ao 9° anos participaram da palestra e segundo depoimentos, o momento foi de grande aprendizagem.
         Estamos firmes no combate a estes atos de violência!


segunda-feira, 20 de setembro de 2010

Bullying

Vou mostrar pra vocês as 10 principais características do Bullying, normalmente quando uma pessoa está sofrendo isso as pessoas ao redor dela não percebem. Então, fiquem de olho:
 
1) Agressão física e/ou psicológica: existem dois tipos de agressões no bullying, a direta (física) e a indireta (psicológica e verbal).
A agressão direta envolve contato físico, sendo, por isso, mais evidente. Acontece por meio de socos, pontapés, beliscões, empurrões ou outros tipos de comportamento, como prender uma pessoa em um armário ou em um cômodo.
A agressão indireta é mais sutil e, por isso, difícil de identificar. Ela ocorre normalmente sem contato físico, através de fofocas, difamações, rotulações pejorativas e exclusão social.

2) Entre pares: o bullying acontece dentro de um contexto no qual os envolvidos se encontram no mesmo patamar de força. Não existe uma função hierárquica que possa impedir ou incentivar determinada atitude, no que se refere a agredir ou ser agredido.

3) Intencionalidade: o autor de bullying possui clareza de seus atos e sabe que o alvo das suas agressões não gosta de suas atitudes, mas, mesmo assim, as faz. Agride para ganhar o destaque na turma, os seus pares.

4)Repetição, freqüência: É comum, no bullying, que os alvos sejam agredidos ou ridicularizados todos os meses, semanas ou, até mesmo, várias vezes ao dia. Essas agressões ocorrem no intervalo das aulas, na entrada e saída do colégio e em outros espaços escolares como, a própria sala de aula.

5)Violência gratuita: o alvo de bullying não precisa motivar as agressões sofridas. O autor agride porque quer se aparecer e, para isso, diminui e menospreza o outro gratuitamente, sem motivação aparente.

6) Violência Velada: outra característica do bullying é que ele acontece escondido, propositalmente, dos adultos. Por isso, difícil de ser identificada.

7) Local: O bullying não acontece somente na escola, ele pode aparecer nos clubes, faculdades, igrejas, quartéis, na pópria família, ou seja, em qualquer lugar onde existam relacoes interpessoais.

8) Agressão silenciosa: na maior parte dos casos, o bullying acontece dentro da sala de aula com a presença do professor. E é porque o fenômeno possui como uma das suas características a agressão psicológica que, esta, se apresenta de forma quieta, silenciosa, através de um olhar, um sorrisinho irônico, ou até mesmo, um bilhete no caderno. 

9) Uso de tecnologias: o bullying pode apresentar-se por meio das tecnologias como mensagem de celulares e páginas na internet. Quando isso ocorrre damos o nome de cyberbullying.

10) Conseqüências: dificilmente alguma pessoa consegue passar pelo bullying sem levar marcas para toda a vida. Todos os envolvidos, sejam eles alvos ou autores de bullying, sofrem conseqüências e, às vezes, elas são irreversíveis. Esta é uma das principais razões que nos leva a crer em uma política de combate e prevenção ao fenômeno em todas as escolas.

quarta-feira, 15 de setembro de 2010

Concurso Produção de VÍDEO





OI GALERA, ESSES SÃO OS CRITÉRIOS PARA A PRODUÇÃO DO SEU VÍDEO:


TEMA: BOA CONVIVÊNCIA NA ESCOLA

-Originalidade/criatividade -Respeito a temática -Tempo máximo do vídeo 03 minutos -Qualidade da edição -Autorização das imagens -Filmagem nos intervalos das aulas ou com autorização do professor

PERÍODO DE INSCRIÇÃO DOS VÍDEOS
14 a 30 de setembro Loca: Sala de Informática Horário: Intervalo do almoço

terça-feira, 14 de setembro de 2010

oi pessoal vejam que legal esse vídeo

video

segunda-feira, 13 de setembro de 2010

Reciclagem de Papel

Olá galera!!! Nós do GEAC estamos realizando reciclagem de papel com os alunos do 4º ano. Estamos ensinando-os a preservar a natureza de onde eles vivem. Vejam algumas fotos.




quarta-feira, 8 de setembro de 2010

Bullying não é brincadeira!!!

Risadinhas de mau gosto, apelidos, cochichos, xingamentos podem provocar danos irreparáveis pelo resto da vida.
Joana tinha 13 anos e era uma das mais quietas e bem comportadas da turma. Era novata na escola, mas já colecionava alguns bons amigos. Brincava mas também queria namorar, como todas as garotas da sua idade, e pensava no futuro: queria ser médica ou advogada.
Vez por outra, algo atrapalhava a sua rotina de adolescente: por causa de uma deficiência na perna e nos lábios - consequencia de um parto a fórceps mal conduzido, percebia no fundo da sala de aula dedos apontados para ela, risadas suspeitas, palavras cochichadas.
Com o tempo, os apelidos ficaram mais claros, mais frequentes e ela identificou a origem: Rafael, também novato, também bem comportado. A professora pedia silêncio. Joana resolveu protestar, levou o caso para a diretoria e ficou acertada uma conversa com os pais dos dois.
Mas a medida teve efeito contrário, os xingamentos ficaram mais insistentes até o ponto em que ela não conseguiu mais suportar. Armada de uma faca que trouxera de casa, conseguiu golpear Rafael pelas costas. Depois empalideceu, ficou muda e só conseguiu emitir uma frase na presença dos policiais: "Eu queria matá-lo".
A história acima foi inspirada livremente no caso ocorrido semana passada em um colégio público do Alecrim, em Natal, e que chamou atenção da sociedade para um tipo de violência tão silenciosa quanto perigosa: o bullying.
Muitas vezes um apelido pode deixar os autores felizes, mas a vítima pode sofrer muito, entrar em depressão, se suicidar ou assassinar o autor do bullying. Antes de fazer uma dessas brincadeiras pense como seria se fosse você no lugar dela.

quinta-feira, 2 de setembro de 2010

Mulher de 136 quilos mata marido de 54 ao se sentar sobre ele

Uma mulher de 136 quilos, ou seja, para lá de gorda, usou o próprio peso para cometer um assassinato.
Mia Landingham simplesmente sentou-se sobre o marido, de 54 quilos e o esmagou. Isso ocorreu em agosto do ano passado e agora Mia, que alguns chamam de baleia assassina, foi a julgamento. Ela pediu clemência ao juiz e diz que era vítima de violência doméstica.
Seus apelos foram atendidos e sua condenação limitou-se a três anos de prisão em liberdade condicional e 100 horas de trabalhos comunitários por homicídio involuntário. Mia e o marido achatado por seu peso tiveram três filhos durante o relacionamento. O crime ocorreu nos Estados Unidos, em Ohio.